História e Geografia do Uzbequistão

A história do Uzbequistão é bastante rica e interessante, sendo que o Homem marcou a sua presença neste território desde 2000 a.C., onde os arqueólogos afirmam com o estudo arqueológico de objectos e monumentos da pré-história nas regiões de Fergana, Tashkent, Buchara e Samarcanda.

O Uzbequistão fez parte do Império Persa no século IV a.C. durante muitos séculos, motivo pelo qual ainda é possível perceber a presença desta civilização na cultura deste povo.

Um evento particularmente importante de referir é a conquista de Samarkand por Alexandre, o Grande.

Registan Samarkand

O nome deste país deriva do nome Khan Usbek, o qual é o nome de um dos chefes do exército mongol, o qual foi responsável por imensos conflitos na Ásia Central e na Europa Oriental, no século XIV, conseguindo aqui criar o seu império, com Gengis Khan aos comandos.

O turcomano Tamerlão e o seu exército foram os responsáveis por recuperar este território, sendo ainda hoje é uma figura histórica reconhecida pelos uzbeques. Mais tarde, sensivelmente no século XIX, os russos entraram em cena, conquistando este território na época do “Grande Jogo”, subjugando este povo.

O Uzbequistão só conseguiu libertar-se desta colonização no dia 27 de Outubro de 1924, quando existiu a intenção de reunir diversas nações da Ásia Central na República Socialista Soviética do Uzbequistão, sendo que um ano mais tarde, integrou-se na URSS.

Foi um país, que durante a Segunda Grande Guerra, recebeu e apoiou milhares de famílias e órfãos de guerra que fugiam do Holocausto.

Foi em 1991, mais propriamente a 31 de Agosto, que o Uzbequistão atingiu o estado de nação independente, momento em que se instalou imensa tensão racial e que levou à necessidade de cerca de dois milhões de russos regressarem ao seu país de origem

Geografia do Uzbequistão

Chimgan Uzbequistao

A geografia do Uzbequistão conta com a área territorial de 447 400 Km2, sendo um país localizado na Ásia Central. Este país faz fronteira a Norte e a Oeste com o Cazaquistão, a Leste com o Quirguistão, a Sudeste com o Tajiquistão, a Sul com o Afeganistão e a Sudoeste e a Oeste com o Turquemenistão.

Mapa Uzbequistao
Mapa do Uzbequistão

É também banhado pelo Mar do Aral a Oeste, ou melhor, era, pois o Mar de Aral é um dos casos de estudo por causa da destruição ambiental feita pelo Homem, uma vez que este mar secou devido ao desaguamento de químicos provenientes da indústria do algodão, os quais provocaram a sua morte, ilustrando-se hoje, num verdadeiro deserto que atrai milhares de visitantes. O cenário paisagístico aqui presente é bastante contrastante.

O Vale de Fergana é provida de terras férteis, ao contrário das imensas montanhas de Tien Shan (onde ficam localizadas as cidades de Tashkent e Samarcanda).

Mar de Aral Uzbequistao
Mar de Aral

As planícies de Turan, nada têm a ver com os Óasis ou com as terras de Amudária, tal como nada têm a ver com os desertos Kyzyl Kum ou o Planalto de Ustyurt com um relevo bastante árido e cheio de pedras. O Uzbequistão tem um clima seco continental, o qual representa Invernos com temperaturas muito baixas e Verões com temperaturas altíssimas, chegando a ser sufocante.

A maioria do país é árido e desértico, sendo que a zona mais seca é no Sul do país. A chuva é bastante escassa, sendo que só cai entre os meses de Outubro e Novembro. As temperaturas mais altas atingem valores como os 40º C no Verão, e no Inverno, chegam a atingir a mínima de -9º C.

Natureza do Uzbequistão

Natureza do Uzbequistão
Natureza do Uzbequistão

A Natureza do Uzbequistão é bastante diversificada, uma vez que o relevo deste país vive de tantos contrastes. Podemos contar com territórios bastante montanhosos, tal como zonas áridas, imensos lagos, ou então encontrar óasis inesperados pelo país a fora.

O Centro Ecológico de Jeyran, o qual localiza-se a 40 Km de Bukhara, encontra-se na lista negra, ou mais propriamente no Livro Vermelho das Espécies Ameaçadas, pois este lugar e as suas espécies animais foram alvo de caça abusiva. Este centro único com 5000 hectares na Ásia Central, foi fundado na década de 80, o qual acolhe hoje em dia cerca de 700 animais, essencialmente gazelas e cavalos.

A reserva Geológica de Kitab, localizada a Norte e a Oeste de Bukhara, foi fundada no ano de 1971. Este lugar, vive de contrastes onde podemos contemplar as terras do Vale do Rio Amu Darya (3177 hectares), sendo que é acompanhado por um relevo árido e desértico (2544 hectares). A melhor altura para visitar esta reserva é, naturalmente, durante a Primavera, pois é a melhor época para avistar cerca de 200 espécies de aves (garças, andorinhas do mar e do rio, patos selvagens, rolas, etc), tal como veados, lobos, javalis, raposas, lebres, entre outros. A flora deste lugar é bastante rica e conta com álamos, oliveiras e bastantes chorões.

A Reserva Biosférica de Nuratau-Kyzylkum é financiado pelo governo uzbeque, através do Fundo de Ecologia Global e Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas, tal como é co-financiado pela União Alemã de Protecção da Natureza, uma vez que este lugar fica situado num território especial entre o deserto e as montanhas do país, mais propriamente engloba a zona Sul do Deserto Kyzylkum, os lagos Audarkul e Tuzgan, e as montanhas de Nuratau e Koitash.

Neste caso, as espécies integradas no Livro Vermelho das espécies Ameaçadas são o carneiro, a águia dourada e o abutre. Ao nível da flora, encontramos nogueiras, zimbros, amendoeiras, árvores pistachio, cipestres, macieiras, entre outros.

Categorias Dicas